Nos chame
no WhatsApp
Notícias

Cláudio Ferreira vota contra pedido petista que propunha PAD contra servidores investigados por vandalismo em Brasília

Pedido de Valdir Barranco (PT) previa ainda o afastamento das funções públicas estaduais

(Foto: JL Siqueira / ALMT)

O deputado estadual Cláudio Ferreira (PTB) foi um dos parlamentares que votaram contra o projeto petista que propunha a instalação de Processo Administrativo Disciplinar (PAD) contra os servidores públicos suspeitos de participação nos atos de vandalismo em Brasília, em 8 de janeiro.

“É uma condenação antecipada, própria do PT”, criticou o parlamentar. “É lamentável ver o que vimos aqui: um deputado que é um legislador, que conhece o Direito e ao menos deveria reconhecer a existência do Estado de Direito, pedir a condenação sem dar o devido direito de a pessoa se defender”, argumentou Cláudio.

O pedido foi apresentado pelo deputado estadual Valdir Barranco (PT). A solicitação ainda previa o afastamento das funções públicas estaduais enquanto ocorrerem as investigações policiais.

Cláudio criticou a proposta apresentada na sessão ordinária dessa quarta-feira (8). O político rondonopolitano definiu os atos de 8 de janeiro como erráticos e equivocados. Contudo, conforme a própria legislação brasileira, devem ser enquadrados em vandalismo e não terrorismo.

Nesse sentido, Cláudio avaliou que o PT poderia usar a mesma retórica e denominar as invasões e destruições de propriedades privadas, praticados pelo Movimento Sem Terra (MST), como terroristas.

“Se invasão é terrorismo, o deputado (Barranco) tem uma grande oportunidade de também rotular o MST, que invade e vandaliza, de movimento terrorista”, concluiu.

Com 11 votos contrários, o requerimento foi rejeitado.

LEIA TAMBÉM

Compartilhar
Compartilhar
Compartilhar
Compartilhar
Queremos que Rondonópolis tenha a melhor educação do Brasil, diz Cláudio Ferreira

Pré-candidato à prefeitura afirma que é preciso uma mudança de verdade na gestão

Após cobrança de Cláudio Ferreira, Prefeitura prorroga pagamento do IPTU em Rondonópolis

A nova data limite de pagamento foi prorrogada para o dia 30 de abril

Em comitiva de Bolsonaro, Cláudio Ferreira visita aldeia indígena Wazare em Campo Novo

Deputado estadual destacou “desenvolvimento étnico e econômico” da comunidade