Nos chame
no WhatsApp
Notícias

Cláudio Ferreira se compromete a defender pautas que beneficiem o comércio e a geração de riqueza

Uma das principais demandas apresentadas diz respeito à legislação que proíbe a inscrição de serviços e atendimentos sobre o mesmo CNPJ

(Foto: Assessoria FCDL)

Com o objetivo de ouvir demandas e alinhar projetos que diminuam a burocracia e beneficiem a economia e a geração de emprego, o deputado estadual Cláudio Ferreira (PTB) se reuniu nesta semana com representantes do setor comercial de Mato Grosso.

Primeiramente, o deputado esteve na Federação das Câmaras de Dirigentes Lojistas do Estado de Mato Grosso (FCDL-MT) e depois na Federação do Comércio de Bens, Serviços e Turismo do Estado de Mato Grosso (Fecomércio-MT).

“Ouvimos as demandas do setor comercial para que possamos trabalhar da melhor forma possível para tentar atendê-los. As pessoas que produzem riqueza e promovem a empregabilidade não podem ficar prejudicadas com determinadas leis ou decisões que só visam a inchar os cofres estatais”, pontuou Cláudio, que é um defensor do livre mercado.

Essa disponibilidade foi bem avaliada pelos presidentes das Federações. David Willian Corrêa Pintor, da FCDL, pontuou que está aberto para realizar um trabalho em parceria com Cláudio.

“A Fecomércio atua na parte de educação, saúde, social como um todo e está atenta para cooperar com a sociedade. Eu quero agradecer a iniciativa do deputado Cláudio Ferreira, que se colocou à disposição do nosso setor. Isso mostra o comprometimento dele com a geração de emprego, oportunidade, riqueza, com a melhoria da qualidade de vida das pessoas, em geral”, disse o presidente José Wenceslau de Souza Júnior.

Uma das principais demandas apresentadas pelo comércio diz respeito à legislação que proíbe a inscrição de serviços e atendimentos sobre o mesmo CNPJ, disse Neles Walter Ferreira de Farias, diretor da CDL de Rondonópolis e da FCDL e também diretor da Associação Mato-grossense de Materiais de Construção (Acomac).

Na avaliação de Neles, faltou uma discussão sobre a legislação com as entidades representantes dos comerciantes e o diálogo poderia evitar muitos transtornos pelos quais os empresários estão passando.

“Foram muito produtivas essas duas reuniões. Primeiro apresentamos ao deputado as demandas do comércio do Estado, os entraves que existem e atrapalham a geração de renda e empregos. O deputado foi muito sucinto e se colocou à disposição. Certamente virão muitos temas para discussão na Assembleia Legislativa”, afirmou.

LEIA TAMBÉM

Compartilhar
Compartilhar
Compartilhar
Compartilhar