Nos chame
no WhatsApp
Notícias

Cláudio Ferreira cobra vistoriadores veiculares na Ciretran de Rondonópolis

Pedido é para que o serviço seja disponibilizado no posto de atendimento da Vila Operária que concentra uma das maiores frotas da cidade

(Foto: JL Siqueira / ALMT)

O deputado estadual Cláudio Ferreira (PTB) cobrou do Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (Detran-MT) a disponibilização de vistoriadores veiculares para a 2ª Ciretran de Rondonópolis (210 km de Cuiabá). O serviço deve ser disponibilizado no posto de atendimento da Vila Operária que concentra uma das maiores frotas da cidade.

“Com a segunda maior frota de veículos do Estado e por representar a segunda maior cidade em arrecadação para o Departamento Estadual de Trânsito de Mato Grosso (DETRAN-MT), Rondonópolis não recebe a devida atenção pelo referido Órgão. A cada dia os usuários enfrentam um novo suplício diante da estrutura local”, disse o parlamentar.

O serviço de vistoriador já era disponibilizado, mas foi retirado da cidade, sem justificativas. A estimativa é que a Vila Operária tenha cerca de 70 mil habitantes e os despachantes, trabalhadores de autoescolas, revendedores de veículos usados precisam andar quase 10 quilômetros para ter acesso a vistoria veicular. Isso, argumentou o deputado, faz com que muitas dessas pessoas percam o dia inteiro para resolver esse serviço.

A indicação já está disponível em sistema e a expectativa é que o pedido seja atendido.

LEIA TAMBÉM

Compartilhar
Compartilhar
Compartilhar
Compartilhar
Cláudio reforça que pré-candidatura é momento de construção e diálogo para atender as demandas da sociedade

Deputado vai disputar Prefeitura de Rondonópolis pelo PL com apoio de Bolsonaro

Defesa à vida: Cláudio Ferreira apresenta moção em apoio a proibição de aborto por assistolia fetal

Deputado estadual coordena ações pró-vida em Frente de Combate ao aborto na ALMT

Queremos que Rondonópolis tenha a melhor educação do Brasil, diz Cláudio Ferreira

Pré-candidato à prefeitura afirma que é preciso uma mudança de verdade na gestão