Nos chame
no WhatsApp
Notícias

Agricultura Familiar: Cláudio Ferreira propõe lei para ajudar produtores a atenderem regras internacionais de importação

Com vigência da nova legislação europeia, o agronegócio mato-grossense terá que se adaptar

(Foto: Marcos Lopes / ALMT)

A partir de dezembro de 2024 as regras de importação do mercado europeu não serão as mesmas, pensando nisso, o deputado estadual Cláudio Ferreira (PTB), o paisagista, apresentou na Assembleia Legislativa um projeto de lei para ajudar os produtores mato-grossenses a atenderem à nova legislação.

Em abril deste ano, o Parlamento Europeu aprovou uma regulamentação que exige dos fornecedores de produtos como carne bovina, madeira, cacau, café, borracha e soja uma documentação para que comprovem que as mercadorias não são de áreas que foram desmatadas no período posterior a dezembro de 2020.

A proposta do deputado Cláudio Ferreira visa criar o programa de desenvolvimento da agricultura familiar, pequenos e médios produtores do agronegócio a fim de que atendam às exigências do mercado internacional, bem como Regulamento da União Europeia para Produtos Livres de Desmatamento.

“Colaborar para que aqueles que têm sustentado a nossa economia possam produzir, exportar e consequentemente gerar mais empregos, é o nosso objetivo”, declarou o parlamentar.

Para o deputado, a proposta também pode trazer modernização ao mercado de exportação mato-grossense ao desenvolver sistemas de Due Diligence, treinamentos e parcerias para os produtores.

Compartilhar
Compartilhar
Compartilhar
Compartilhar
Queremos que Rondonópolis tenha a melhor educação do Brasil, diz Cláudio Ferreira

Pré-candidato à prefeitura afirma que é preciso uma mudança de verdade na gestão

Após cobrança de Cláudio Ferreira, Prefeitura prorroga pagamento do IPTU em Rondonópolis

A nova data limite de pagamento foi prorrogada para o dia 30 de abril

Em comitiva de Bolsonaro, Cláudio Ferreira visita aldeia indígena Wazare em Campo Novo

Deputado estadual destacou “desenvolvimento étnico e econômico” da comunidade